Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Destino’


No dia de celebrar os mortos, uma sequência de haikais.

 

Dark Samhain

Dark Samhain

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »


Voltando para casa, pensei numa palavra, “JOR”. Não sei o que quer dizer, mas comecei a fazer muitas associações, até que comecei a pensar na Jornada do Cotidiano, nos Jornais Sangrentos, na falta de poesia dos Jornalistas, na paciência de Jó, no Jorge Ben Jor… Enfim, fiz tanta associação que acabou cozinhando essa idéia na minha mente, que lhes mostro abaixo.

E, ao contrário das outras poesias, essa não tem muito conteúdo mágico.

(mais…)

Read Full Post »


Beltaine está chegando. Meu sangue mágico ferve de expectativa pela noite que finalmente serei coroado. Enquanto essas duas semanas não passam, escrevo e sonho.

 

COP15 in the Milky Way / COP15 na Via Láctea

Galáxia

(mais…)

Read Full Post »


O post de hoje é outro que estava mofando nos cantos do meu computador, se bytes mofassem.

Foi uma dificuldade grande dar forma a ele. Espero que não esteja chato demais.

História baseada em fatos reais.

 

Onibus Articulado “Fura Fila”, no Ipiranga

 

(mais…)

Read Full Post »


Agora, neste pequeno espaço, limpo minha vida da minha fase no Recanto das Letras, migrando todos meus textos antigos que faltavam ser recolhidos para este único post. Será longo e a maioria dos textos não serão lidos por quem visitar o post, mas quem quiser saber de elucubrações das mais antigas, trovas, poesias, divagações e outras coisas, podem encontrar em algum dos títulos abaixo.

(mais…)

Read Full Post »


A poesia de hoje foi feita a quatro mãos: do Mago Patológico e da Cereja das Brumas. Achei-a extremamente onírica e vivaz.

Hagalaz - Runa da Transformação Violenta

Hagalaz - Runa da Transformação Violenta

(mais…)

Read Full Post »


Hoje, tive uma idéia que gostei muito (como sempre, elaborei-a durante o banho). Como adotei um tema de ágora no blog, por que não abrir uma discussão?

Vou escrever algumas questões inquietantes, identificadas por um número. Quem ler, pode responder, divagar ou refutar alguma ou todas as questões enumeradas. Quando eu receber o comentário, colo abaixo da questão, junto com o nome e procedência (blog ou site) do comentarista. então o próximo comentarista comenta a questão em si ou a réplica de algum comentário.

Como parece complicado até pra mim no jeito que escrevi, vou dar um exemplo.

Exemplo:

  1. “A única verdade que temos é a morte”

 

 

E por aí vai…

Vamos então às idéias

Idéia 1: (mais…)

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: